Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

Boeing 737

Os 157 passageiros mortos em acidente aéreo são de 33 países diferentes

O voo levava ao todo 157 pessoas, sendo oito tripulantes e 149 passageiros, e tinha Nairóbi, na Quênia, como destino final

Autor: R7 com redação RIC Mais
Vítimas de 33 nacionalidades morreram no desastre aéreo (Foto: ilustrativa)
Vítimas de 33 nacionalidades morreram no desastre aéreo (Foto: ilustrativa)

O Boeing 737 da Ethiopian Airlines caiu na manhã deste domingo (10) pouco depois de decolar de Addis Abeba, capital da Etiópia. Segundo a companhia aérea, 149 passageiros e oito tripulantes estavam a bordo do voo, e tinham como destino final a Nairóbi, no Quênia. Segundo informações divulgadas em entrevista coletiva por Tewolde Gabre Mariam, executivo-chefe da companhia, 157 pessoas de 33 nacionalidades morreram no desastre aéreo.  

33 nacionalidades diferentes

O executivo-chefe da companhia disse que entre os mortos estão dois espanhóis, 32 quenianos, nove etíopes, 18 canadenses, oito italianos, oito chineses, oito americanos, sete britânicos, sete franceses, seis egípcios, cinco cidadãos da Holanda, quatro da Índia, quatro da Eslováquia, três da Áustria, três da Suécia, três da Rússia, dois do Marrocos, dois da Polônia, um da Bélgica, um da Noruega e quatro que viajavam com passaporte das Nações Unidas. 

Causas ainda são desconhecidas

Segundo ele, não é possível confirmar ainda as causas do acidente. O Boeing 737-8 saiu do aeroporto de Adis Abeba, na Etiópia, às 8h38 deste domingo, e desapareceu dos radares às 8h44 local. 

Tewolde Gabre Mariam disse ainda que o piloto avisou a torre sobre dificuldades, e pediu para retornar ao aeroporto, o que foi autorizado pela equipe.  A aeronave, segundo o executivo-chefe, caiu na zona de Hejeri, perto da cidade de Bishoftu, cerca de 42 quilômetros de Adis Abeba - sede da maior base da Força Aérea da Etiópia.

Ministro lamenta mortes

O primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed Ali, lamentou o acidente. "Em nome do governo e povo da Etiópia, gostaria de expressar as mais sentidas condolências às famílias que perderam seus entes queridos na Ethiopian Airlines Boeing 737 em um voo regular para Nairóbi, Quênia nesta manhã", escreveu na rede social Twitter.

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 5,0

  • Comentário via facebook